Chiang Mai e Ko Samui: Os elefantes no dia de aniversário, as tribos tailandesas e a vitória de Portugal celebrada longe de casa

By Rita Varandas - sábado, julho 16, 2016

Chiang Mai é uma cidade muito acolhedora. Sabiamos que havia o risco de sermos apanhados pelas monções, é a altura delas nesta parte do mundo e sim, houve uns dias de chuva, mas na maioria, tivemos sorte e conseguimos visitar o que queríamos.
Depois de quase dois meses e meio de viagem, confessamos que já sentimos, às vezes, o cansaço, sobretudo nos dias em que mudamos de país, de ilha ou de região. A mim, o que me chateia são as negociações com os taxistas (iguais em todo o lado, perdoem-me), por isso, sempre que temos oportunidade (sempre), alugamos mota e exploramos os locais agarrados ao mapa ou ao GPS (offline, porque o roaming está caro)! :)



Em Chiang Mai, depois de termos reservado o primeiro dia para explorar a cidade antiga que se concentra - literalmente - num quadrado e é ladeada por um rio, rumámos à montanha de Suthep, para visitarmos o templo budista que fica no cume (implica uma subida de mais de 300 degraus, mas depois do vulcão, pffff, "peanurs"), e uma das muitas tribos da montanha, a Doi Pui Hmong. 
  













Passei o 33º aniversário em Chiang Mai e com animais, uma das minhas paixões. Neste caso, elefantes. Há dezenas de actividades com estes gigantes da natureza no norte da Tailândia, mas muitas, parecem-nos não respeitar o bem-estar destes animais, portanto, fizemos uma pesquisa para tomar uma decisão consciente e em conformidade com as nossas crenças. Optámos por passar o dia num campo que protege os elefantes e resgata estes animais de situações de trabalhos pesados, o BaanChang Elephant Park. Acabámos por passar o dia com mais pessoas e fizemos amizade com duas suiças e uma chinesa. 




Bem, e para terminar este post que já vai longo, o êxtase da vitória de Portugal no Campeonato Europeu. Eram 2 da manhã em Koh Samui, uma ilha no Golfo da Talândia, quando começou o jogo. Eram 4 portugueses e dezenas de franceses no bar. A consagração deu-nos uma alegria imensa, mesmo estando longe dos festejos. Acabámos por conhecer um casal de portugueses que vivem na Suiça e com quem jantámos na noite seguinte. Há de facto um português em cada canto do mundo. 


Sair da ilha de Koh Samui a um preço razoável, implicou mais uma longa jornada que incluiu barco, autocarro, avião e táxi. Dois dias de viagem para regressar novamente a Bali, mas desta feita, para explorar a zona mais a norte. Escolhemos Sidemen, uma zona mais verde, montanhosa e perto do monte Agung. Estivemos três semanas na Tailândia. Gostámos, mas continuamos a preferir a Indonésia. :) 
Depois de Bali, segue-se Yogyakarta, já na ilha de Java. A nossa aventura está na recta final, mas ainda incluirá um quarto país ;) 

  • Share:

You Might Also Like

1 comments

  1. E-S-P-E-T-A-C-U-L-O!!
    Saudades da Asia:)

    Estou a adorar vossa viagem meninos!

    ResponderEliminar