DIY: Criar um estúdio de fotografia de forma simples e sem gastar muito

By Rita Varandas - quinta-feira, abril 20, 2017

O post é mesmo sobre o estúdio de fotografia, mas primeiro preciso de explicar o que motivou o projecto.
Este fim-de-semana de Páscoa fomos a Anzère, uma vila de montanha na suiça com uma estância de ski. Dissemos adeus à temporada de neve, ficámos bronzeados como se tivéssemos passado o dia numa praia das Bahamas e vimos um pôr-sol-sol quase tão bonito como o de Lisboa. 😉

resultado final estúdio de fotografia

a inspiração

Céu azul, montanhas ao alto e um tom rosa que faz inveja a qualquer cor Pantone. Esta imagem foi o gatilho e a inspiração para o tão desejado estúdio de fotografia, sugerido num post do weblogyou.
Eu só coloquei em prática a criatividade da Raquel e do Fred. Fiz um workshop com eles no Porto, o "all in one" - fotografia, blogging, photoshop, etc. - e foi o princípio da minha viagem pelo mundo dos blogs. 

Estúdio de fotografia inspiração

as madeiras 

Bem, explicar em francês ao senhor das madeiras o que procurava, com que objetivo e o resultado esperado foi um verdadeiro 31, nem tanto pela língua, mas porque o monsieur não estava com vontade (nenhuma) de trabalhar. Eu, entusiasmadíssima com o projecto e ele a pensar nas horas de saída. 
Depois de alguns minutos, lá colaborou, cortou um pedaço de madeira em dois e voilá. A medida escolhida foi 0,60m x 1,20m. Fiquei com duas placas com quatro faces. 

Cor escolhida para o estúdio de fotografia

Cor escolhida para estúdio de fotografia

Trocar as cores do estúdio de fotografia

as cores

Próximo passo, escolher as tintas. Queria pintar três faces das placas de madeira. Tinha em mente o branco, uma cor mais rosa e um cinzento a tender para o azul, mas o corredor das tintas tinha outros planos para mim. Dezenas, se não centenas de cores muito próximas uma das outras. Depois de muito pensar, lá me decidi. Trouxe "branco amêndoa", "cinzento charme" e "praliné". 😊
Em vez de latas, trouxe umas amostras utilizadas para experimentar as cores antes de comprar a tinta final. Para cada lado da placa e com duas demãos gastei cerca de 75 ml de tinta de cada cor. 

Exemplos de fotografias com novo estúdio

o estúdio 

Faz uma grande diferença. Fica uma imagem mais limpa e profissional. Quantas vezes procuramos o chão de casa, ou um tapete, ou a mesa de jantar para funcionar como fundo, mas as texturas e os padrões nem sempre ajudam a realçar o objecto da fotografia. 

Eu testei o estúdio logo com uma planta dente-de-leão encontrada no caminho para casa e também com um projecto de DIY. Transformei uma caixa de vinho perdida no mercado, numa espécie de porta-revistas e porta-plantas. 

Exemplo de fotografias no novo estúdio

Novo DIY sobre reutilizar uma caixa de vinhos e utilização do novo estúdio

Numa das placas, ficou uma face por pintar. Como não gosto do chão da nossa casa, aqui em frança, pensei comprar papel autocolante a imitar chão de madeira, do género soalho flutuante e forrar a placa. 

Gastei com tudo cerca de 60/70 euros (preços de frança).

Materiais:

  • 2 placa de aglomerado/contraplacado 0,60m x 1,20m
  • 3 amostras de tinta (75 ml cada)
  • 2 cavaletes 
  • rolo de tinta dos pequenos 
  • 2 cervejas mini - uma minha, outra do Sérgio - para ajudar aos trabalhos 
Orçamentos à parte, compensou muito, pelas fotografias que permite e pelo projecto em si mesmo. Ter uma ideia na cabeça, pensar num projecto e, de repente, ele ganhar forma é uma sensação de concretização muito boa. 

  • Share:

You Might Also Like

1 comments